quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A ascensão da economia chinesa

A economia chinesa deverá ter o terceiro maior crescimento mundial, visto que é uma das mais dinâmicas a nível mundial e está a suportar grande parte do crescimento mundial.
Segundo as projecções do Fundo Monetário Internacional, a China deverá ser a terceira economia a crescer mais rapidamente até 2015 (9,7% ao ano)

SegundoJim O'Neill, o economista chefe da Goldman Sachs, a China só deverá ser a maior economia do mundo em 2027. No entanto, devido à taxa de crescimento que o país tem registado nos últimos anos, o país tem ganho posições no panorama económico mundial. Além de ter ganho, no ano passado, o estatuto de maior mercado automóvel do mundo aos Estados Unidos e de maior exportador mundial à Alemanha, o país com cerca de 1,3 mil milhões de habitantes solidificou a sua posição como o maior consumidor mundial de ferro e cobre e manteve o segundo lugar entre os maiores consumidores de petróleo

A importância da educação no desenvolvimento das sociedades

O Acesso à educação é fundamental para a instrução de um povo e quanto maior for a sua instrução, maior é a capacidade de desenvolvimento de um país, visto possuir mão-de-obra qualificada.

Infelizmente, a nível mundial o acesso à educação não é possível para todos. Pelo contrário, muitos milhões de jovens nos países em desenvolvimento, sobretudo nas regiões mais pobres, como a África Subsariana, países Árabes e Ásia Meridional, não têm acesso à educação. As crianças começam a trabalhar desde muito jovens, na luta pela sobrevivência, e as raparigas são fortemente penalizadas pela discriminação que ainda existe nestas regiões.

Porém, fiquei deveras agradado com uma reportagem publicada por Margarida Mota, no Jornal o Expresso, sobre o sultanato omanita.

De facto, Omã é um país situado na Arábia, mais especificamente na extremidade oriental da Península Arábica, cuja capital é Mascate.  O seu território é limitado a norte pelo Golfo de Omã do qual se estendem as costas do Irão e Paquistão, a leste e sul com o Mar Arábico a oeste com o Iémen e a Noroeste com a Arábia Saudita e com os Emirados Árabes Unidos.

Localização de Omã


Essa reportagem é sobre a educação em Omã, que fica localizado numa região mundial onde o acesso à educação é muito limitado, daí a sua pertinência.

Segundo o artigo o sultanato omanita é a 'estrela' do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 2010 das Nações Unidas, visto que foi o país que mais melhorias registou.

"Omã foi, num universo de 135 países, aquele que mais progressos registou no IDH de 2010".
"...A educação formal em Omã começou apenas em 1970, ano que Qaboos bin Said subui ao trono do sultanato."
Qaboos bin Said afirmou "Mesmo que não tenhamos edifícios, temos de educar as nossas crianças, ainda que à sombra das árvores". Esta frase passou a ser um lema.
"Omã tinha apenas três escolas, frequentadas por 900 crianças - todas do sexo masculino - , não havia currículos nacionais e os professores eram contratados nos países vizinhos.
Qaboo elegeu os recursos humanos como o maior recurso e o maior activo de Omã e encetou um programa de modernização e abertura ao exterior.
... Hoje, o sultanato tem à volta de 1300 escolas (públicas e privadas) e as crianças começam a aprender inglês e informática na escola primária. Rapazes e raparigas têm as mesmas oportunidades no acesso à educação."

Hoje Omã é um país diferente, e após a qualificação dos seus recursos humanos consegue, segundo o relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), uma esperança média de vida de 76,1 anos de idade, por exemplo superior à do Brasil (72,9), próxima da de Portugal com 79,1.

Também, relativamente à defesa da igualdade entre homens e mulheres Qaboos se destacou com a seguinte frase 'o país é como um pássaro, uma asa é feminina e a outra é masculina, e não pode voar sem as duas'. Assim, as mulheres omanitas estão hoje no mesmo patamar dos homens, têm direito ao voto, desde que o mesmo foi instituído no país e ocupa altos cargos ministeriais e diplomáticos ou são empresárias, sem qualquer tipo de retaliação salarial.

Esta é, certamente, uma lição a estudar por muitos países.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Os bilionário do ano de 2010

A revista Forbes lançou em Março, o ranking dos 1000 mais ricos do mundo. Os bilionários em 2009 eram 793 e com a recuperação económica o número subiu para 1011 com apenas 89 mulheres dentro desse ranking.

A título de curiosidade aqui se descreve o nome dos dez mais ricos do planeta:

Carlos Slim Helu: US$ 53.5 Biliões – México
Bill Gates: US$ 53 biliões – EUA
Warren Buffett: US$ 47 biliões – EUA
Mukesh Ambani: US$ 29 biliões – Índia
Lakshmi Mittal: US$ 28.7 biliões – Índia
Lawrence Ellison: US$ 28 biliões – EUA
Bernard Arnault: US$ 27.5 biliões – França
Eike Batista: US$ 27 biliões – Brasil
Amancio Ortega: US$25 biliões – Espanha
10º Karl Albrecht: US$23.5 biliões – Alemanha

Desta lista é destacar que o homem mais rico do planeta é um Mexicano, de nome  Carlos Slim Helú e é um empresário mexicano de origem libanesa.

É conhecido no México por Midas, devido a sua habilidade em transformar empresas decadentes em companhias saudáveis e lucrativas. É um empresário das telecomunicações controla a maior operadora de telemóveis da América Latina e é dono da Claro, outra operadora no Brasil.

Portugal só tem dois representantes nesta lista de ouro: Américo Amorim ocupa a 212ª posição, com uma fortuna avaliada em 2,93 mil milhões de euros (quatro mil milhões de dólares), voltando a ocupar o posto do português mais rico, com um património construído em torno da cortiça, imobiliário, turismo, energia (é dono de um terço da Galp) e banca.

Belmiro de Azevedo, o patrão da Sonae, que este ano regressou ao ranking, ocupa a 665ª posição, com uma fortuna calculada em 1,09 mil milhões de euros (1,5 mil milhões de de dólares).

Portugueses desenvolvem vacina contra Malária

A fundação Melinda & Bill Gates financia, com 720 mil euros pela primeira vez projectos lusos, que são pioneiros a nível mundial.

O investigador Miguel Prudêncio da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa está a desenvolver uma vacina contra a malária, utilizando um parasita que infecta apenas roedores. Este parasita pode ser modificado geneticamente de forma a activar o sistema imunitário dos humanos, de forma a combater o outro parasita da malária que os infecta. Espera-se que este estudo possa criar uma vacina de elevada protecção e durante um longo período de tempo.

A malária é uma doença que mata 1 milhão de crianças por ano com menos de 5 anos de idade, atingindo por ano mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo e mata 2 milhões.

Cerca de 90% destas mortes ocorrem na África subsariana.

A doença propaga-se pela picada de um mosquito 'Anopheles' fêmea, que tem na sua saliva o parasita. Só as fêmeas se alimentam de sangue, visto que os machos vivem da seiva das plantas.

Este parasita é transportado pela corrente sanguínea até ao fígado. Cada parasita que chega ao fígado multiplica-se por 20.000 e as células afectadas do fígado rompem-se e o parasita entra no sangue e infecta os glóbulos vermelhos, destruíndo-os e provocando acessos periódicos de calafrios e febres intensas (39 a 41 graus).

A malária é uma doença difícil de travar porque se o mosquito fêmea sem os parasitas da malária picar um corpo humano infectado pela doença, os parasitas migram para a sua glândula salivar e o mosquito poderá infectar um novo ser humano. 

Devo destacar que é muito importante o surgimento de cientistas portugueses no panorama internacional, o que resulta de um maior investimento na área da ciência, tecnologia e investigação.

Destaco, igualmente, a importância que a Fundação de Bill Gates, o 2.º homem mais rico do mundo, presta à investigação a nível mundial.

Clica no link abaixo que te permitirá ver a infografia do ciclo da Malária.


Notícia adpatada do jornal o "Expresso"
Vírgilio Azevedo e Sofia Rosa

Agrava-se a situação sanitária no Haiti

Segundo notícia do jornal o Expresso o surto de cólera no Haiti, que já matou 724 pessoas e contaminou milhares no país está a ganhar proporções muito preocupantes e já existem tumultos por causa da distribuição de água.
"Multiplicam-se as desordens e conflitos junto aos locais onde é distribuída água para beber.
Mais de um milhão de habitantes vive em Port-au-Prince em situações sanitárias precárias depois do terramoto de Janeiro passado.
A ONU lançou ontem um apelo urgente à comunidade internacional para conseguir fundos no valor de 120 milhões de euros."

O Haiti que é um dos países mais pobres do mundo vive uma situação de autêntico desespero. A destruição arruinou as instalações sanitárias, quer ao nível de tratamento de esgotos, quer ao nível de abastecimento de água potável.

A falta de água potável e a distribuição de alimentos em más condições de ingestão estão a causar o descontrolo desta epidemia.

video

Uns com tanto...

Considerei muito interessante o artigo de Pedro Cordeiro, na revista Única do Jornal o "Expresso", onde destacava que por esse mundo fora, falar de luxo é falar de coisas que por cá, mundo desenvolvido parecem absolutamente elementares.

Assim, procuro trazer para este post algumas das suas ideias, numa versão resumida dos factos, sobre desigualdades a nível mundial, trazendo a exemplo alguns países.

MACEDÓNIA

"Num país em que a taxa de pobreza se eleva aos 31,1% e o desemprego, chega aos 32,2%, tudo é um luxo. É difícil garantir que haja comida suficiente numa casa, assim como é quase impossível pagar as contas mensais. Um televisor novo, um frigorífico ou uma máquina de lavar loiça são bens que a maioria dos macedónios não pode ter... quando o salário médio é de 340 euros."

ÍNDIA

"Para cerca de 80 % dos indianos, ter carro próprio ou mandar os filhos para um colégio particular são luxos complicados de alcançar.
... Apesar da Índia ser um país claramente emergente, só as elites têm ar condicionado em casa (no norte do país, as temperaturas variam entre 0 e 45 graus, mas vive-se com ventoinhas), o que não deve espantar, pois até a água canalizada e a corrente eléctrica 24 horas por dia estão longe de ser universais.
... o PIB per capita é sete vezes menor do que o português e que escassos são os que não trabalham seis ou sete dias por semana."

PAQUISTÃO

"Visitar os familiares nas férias é considerado uma opulência e só é possível se o viajante tiver dinheiro para deslocar-se... dentro da mesma cidade. Comprar um computador para um filho será um grande luxo, para um paquistanês de classe média."

GUINÉ-BISSAU

" ...Mais de 60% dos cidadãos deste país da África lusófona vivem abaixo do limiar da pobreza,isto é, com menos de um dólar por dia (0,70 euros).
...uma escassa minoria da população tem energia eléctrica e água corrente 24 horas por dia. São luxos, tal como o acesso à Internet."

RUANDA

"Com um PIB per capita 20 vezes menor do que o do nosso país, a reconstrução é a principal tarefa do Ruanda, que recupera, a custo, da guerra civil e dos genocídios dos anos 90. Dado que 90% da população vive da agricultura, sementes de qualidade e equipamentos para a lavoura são essenciais e, sim, tornam-se um luxo, apenas acessível graças a ajudas da Bélgica e da Fundação Bill Clinton.

CUBA

" Em Cuba, tudo é um luxo... na ilha de Fidel Castro, um médico ganha o equivalente a cerca de 25 euros por mês e um litro de óleo vegetal custa cerca de dois euros.
Ter um pequeno automóvel, ou mesmo uma motocicleta, são perspectivas inimagináveis para a maioria dos cubanos.
O computador mais barato equivale a vários anos de salário médio."   

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Mortalidade caiu 4,4% nos hospitais portugueses

Segundo o Diário de Notícias e por reportagem de Ana Maia em quatro anos, de 2005 a 2009, houve uma redução de 4,4% nas mortes de doentes internados nos hospitais públicos. As maiores reduções registaram-se nas doenças infecciosas, incluindo a sida, pediátricas, doenças do metabolismos e neurológicas. Melhor qualidade na informação e mais cuidados nos procedimentos médicos terão feito a diferença.

Olhando para as doenças, as que registaram as maiores reduções na mortalidade de 2005 a 2009 foram as doenças infecciosas, incluindo a sida, em cerca de 26%; pediátricas, em 24%; e as doenças endócrinas e metabólicas, com cerca de 22% de diminuição de mortalidade. Também os problemas neurológicos (16%), hematológicos (11%), cardiovasculares (9%) e respiratórios (3%) tiveram resultados positivos.

Verifica-se uma grande diferença entre o número de pessoas com as mesmas doenças que há uns anos morriam e que agora se salvam. Por exemplo, numa situação de enfarte, a tecnologia permite salvar a vida da pessoa, sem se diminuir a qualidade de vida.

São estes avanços no acesso à saúde que permitem dar uma melhor qualidade de vida e fazer aumentar a Esperança Média de Vida.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

FMI - Fundo Monetário Internacional

Porque em Geografia se estudam organizações mundiais, este post, tem por objectivo, expilar sucintamente o que é o FMI, de que tanto se fala, e seus principais objectivos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI), sediado em Washington é uma organização internacional que tem por objectivo assegurar o bom funcionamento do sistema financeiro mundial, através de assistência técnica e financeira.

Promove a cooperação monetária internacional, colaborando na resolução dos problemas financeiros. Procura igualmente a expansão equilibrada do comércio.

Mas é na ajuda financeira aos países membros em dificuldades económicas que mais se evidencia actualmente, face aos correntes problemas financeiros europeus, com especial incidência na Irlanda e Portugal.

Assim, financia países em situação financeira crítica, sendo o modo mais habitual no sistema SBA - Acordo Stand-by, utilizado em países com problemas de curto prazo na balança de pagamentos.

Para além do financiamento o FMI impões medidas, por muito rígidas que sejam, nomedamente no controle da despesa pública, aos países que auxília, no sentido de equilibrar a dívida externa do país, restabelecer o crescimento económico, promovendo o crescimento do PIB.

Informação Multimédia nos Transportes Públicos

A Transportes Sul do Tejo vai equipar todos os autocarros que asseguram as carreiras urbanas na região de Setúbal com sistemas de informação multimédia.

Não sendo uma nova tecnologia, é claramente uma tecnologia bem empregue no sentido de informar o cliente em tempo real, visto que através de dois monitores de televisão conseguem obter uma informação escrita "sobre a próxima paragem".

Esta modernização trará grandes vantagens para os invisuais, visto que é disponibilizada informação sonora no interior do autocarro.

Nas paragens os utentes vão contar com informação multimédia sobre o destino de cada carreira, através de painéis alimentados a energia solar, o que também salienta as preocupações ambientais da empresa, sempre de louvar.
Este simples facto, moderniza os meios de transportes públicos, tornando-os mais cómodos e potenciando o interesse de utilizadores.

De facto, a modernização dos transportes públicos é fundamental  na potencialização da sua utilização, evitando o uso do transporte individual e da proliferação de envio de CO2 para a atmosfera. 

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Novo automóvel eléctrico da Opel em Portugal

Novidade, a partir de Janeiro de 2011 em Portugal vai ser o Opel Ampera que utiliza um sistema equipado com um motor eléctrico principal com 150 CV e 370 Nm de binário, ajudado por um motor eléctrico mais pequeno e um propulsor a gasolina de baixa cilindrada que entra em acção automaticamente quando a bateria de iões de lítio fica descarregada. A capacidade da bateria é de 16 kWh sendo carregada em qualquer tomada doméstica num prazo de apenas três horas.

A autonomia em modo eléctrico é de apenas 40 a 80 quilómetros, podendo o Ampera alargar a sua acção até aos 500 quilómetros graças à extensão oferecida pelo bloco térmico.

Relativamente a este tipo de veículos, certamente ainda haverá muito a melhorar, mas para já inicia-se, em Portugal, um novo nicho de mercado - os carros eléctricos.

Em consequência do aumento deste novo nicho de mercado, torna-se óbvio que a poluição atmosférica, através da libertação do Monóxido de Carbono para a atmosfera, por via dos transportes rodoviários diminuirá. Mas a questão que se levanta é a seguinte: tendo em conta a produção de energia eléctrica, ainda muito sustentada na queima de carvão e petróleo, não fará este tipo de veículos aumentar a necessidade da produção de energia eléctrica? É que, desta forma,, teremos um sistema de poluição não directa do veículo, nas suas emissões atmosféricas, mas indirecta pelo aumento de consumo da energia eléctrica doméstica, ou em redes públicas de abastecimento.

Numa altura em que todos os apelos aos consumidores vão no sentido de poupar energia, por ser uma atitude ecológica e amiga do ambiente até nos pequenos gestos em casa, no sentido de diminuir o efeito de estufa e o consequente aquecimento global do planeta, a expansão destas viaturas poderá, então, suscitar algumas dúvidas.

Este impacto de poluição a montante só poderá ser atenuado se se persitir na necessidade de utilizar, em larga escala, as energias renováveis que o planeta dispõe. Será essa a resposta?

Um caso para reflexão.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Vulcão Merapi em erupção na Indonésia

"O balanço da erupção do vulcão Merapi subiu hoje, quarta-feira, para 191 mortos, depois de terem sido encontrados em várias aldeias mais corpos soterrados pelas cinzas vulcânicas que continuam a perturbar o tráfego aéreo.

O anterior balanço da erupção, que começou a 26 de Outubro, era de 151 mortos.

Esta foi a erupção mais forte do Merapi desde 1870. Aldeias inteiras ficaram destruídas ou cobertas de cinza, obrigando 340 000 habitantes a encontrar refúgio em abrigos.

"A intensidade da erupção diminuiu mas a actividade do vulcão continua elevada", indicou Surono, vulcanólogo encarregado de vigiar os vulcões indonésios."

Notícia adaptada de Jornal de Notícias
10/11/2010

Desperdício de alimentos - como rentabilizar!

Por incrível que pareça, dadas as muitas dificuldades económicas de muitas famílias, 20 mil refeições vão para o lixo diariamente.

António Costa Pereira lançou uma petição contra o deperdício alimentar. Tinha contactado várias empresas de catering e concluiu que, das cerca de 500 mil refeições servidas diariamente em refeitórios, 20 mil - "para não exagerar" - iam parar ao lixo.

Esta realidade demonstra bem as desigualdades a nível mundial, nos países desenvolvidos desperdiça-se comida e nos em desenvolvimento, sobretudo nos mais pobres do mundo, não existe o que comer. No entanto, não se pode escamotear que entre os países desenvolvidos também existem grosseiras carências alimentares, entre os grupos socias de classe alta e média, para os de classe baixa. E Portugal não foge à regra.
Assim, iniciou uma petição contra o desperdício alimentar, que visa mudar a lei para aproveitar as mais de 20 mil refeições que são deitadas ao lixo diariamente.
Tenta que os excedentes fossem servidos em instituições sociais.
Na terça-feira, dia 9, já mais de 15 mil pessoas a tinham assinado. Mas talvez nem seja preciso mudar a lei pois é tudo uma questão de interpretação, esclareceu-lhe a ASAE. De determinada forma e no frio as refeições poderiam ser transportadas e, em poucas horas, servidas onde fazem falta.

Sem o entrave legal, decidiu pôr as mãos à obra. Contactou as forças vivas de Oeiras, onde reside, e actualmente já há um projecto piloto de recolha das refeições excedentes dos almoços nas cantinas de empresas, escolas, universidades e hospitais e a entrega das mesmas nas cantinas sociais.

É um projecto que "tem de ser ágil e local, se for nacional perde-se", explicou Costa Pereira, segunda-feira, na RTP1. Salientou que há vantagens "sociais, económicas, ambientais e cívicas" nesta inciativa e exortou outras autoridades locais a seguirem-lhe o exemplo.

Tiago Rodrigues Alves
Notícia adaptada de Jornal de Notícias

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Epidemia de cólera no Haiti

A cólera, que é uma infecção intestinal aguda causada por uma uma bactéria é transmitida principalmente através da ingestão de água ou de alimentos contaminados. São factores essenciais para a disseminação da doença condições deficientes de saneamento, particularmente a falta de água tratada  já matou no Haiti 583 pessoas, chegou à capital, Port-au-Prince. As autoridades sanitárias declararam a epidemia uma "questão de segurança nacional".
Desde meados de Outubro, a cólera, altamente contagiosa, já matou 583 pessoas e levou à hospitalização de 9123.

As autoridades de saúde receiam o pior, dada a falta de condições higiénico-sanitárias nos acampamentos de deslocados e as inundações provocadas pela passagem do furacão "Tomas", que matou 21 pessoas.

Artigo adpatado do Jornal de Notícias

Sismo ou Terramoto e sua definição

Um sismo é um fenómeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, resultante de movimentos subterrâneos de placas rochosas, de actividade vulcânica, ou por deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra, principalmente metano. O movimento é causado pela libertação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas.

Os sismos são basicamente a ocorrência de uma fractura a uma certa profundidade. As ondas elásticas geradas propagam-se por toda a Terra.

Os grandes sismos são popularmente designados também pelo termo terramoto. No entanto, este último termo aplica-se apenas a esses grandes sismos, sendo que para os pequenos se costuma usar abalo sísmico ou tremor de terra.

Poupar energia - actividades interactiva

Hoje em dia é cada vez mais necessária a promoção da poupança de energia, pois reduz a emissão de CO2 para a atmosfera, porque evita a queima de combustíveis fósseis, como o petróleo ou o carvão. Desta forma, a poupança de energia é uma das principais formas de evitar o efeito de estufa e o aquecimento global do planeta.

Clica no link abaixo responde ao Web Quiz e retira as tuas conclusões.

http://ec.europa.eu/clima/sites/campaign/quiz/quiz_pt.htm

Alterações climáticas - actividade interactiva

As alterações climáticas também dependem de nós e dos nossos comportamentos no dia-a-dia. Hoje, conscientes dos problemas advenientes das alterações climáticas e enquanto cidadãos pró-activos e concientes,devemos obedecer a comportamentos adequados face ao ambiente.

Verifica se és um cidadão ecológico, respondendo ao WEb Quiz que a seguir te é apresentado.

http://ec.europa.eu/clima/sites/campaign/quiz/quiz_pt.htm

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Catástrofe humanitária em Port-au-Prince

Observa a reportagem em vídeo de uma das maiores catástrofes naturais deste século, ocorrida no Haiti e que destruiu por completo a sua capital Port-au-Prince. Tratou-se de um sismo de grande magnitude, com uma capacidade de destruição temível.
Para reflectir.
Clica no link abaixo e observa um vídeo que é muito representativo das consequências desse sismo.

Furacão, Tufão ou Tornado

Observa através da infografia, clicando no link abaixo, como se forma este tipo de tempestades.

http://jn.sapo.pt/multimedia/infografia970.aspx?content_id=1706618

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Frequência do ensino superior em Portugal

Segundo o relatório do Conselho Nacional de Educação (CNE), em 2009 perto de 400 mil alunos frequentaram cursos superiores. Trata-se de um crescimento muito considerável se tivermos em conta que na década de 70 eram apenas 80 mil, representando uma quintiplicação dos valores, o que também representa o aumento da frequência por parte dos adultos.
Para tal, contribuiu o número de licenciaturas, mestrados e doutoramentos em oferta, que chegaram aos 5000.

De qualquer das formas, a União Europeia (UE) pretende metas superiores e pretende atingir 40% de licenciados entre os jovens  dos 30 aos 34 anos de idade até 2020. Portugal ainda só atingiu metade desse valor.

sábado, 30 de outubro de 2010

O maior túnel do mundo no coração dos Alpes suíços - São Gothard

A crescente evolução científica e tecnológica e o desenvolvimento de técnicas de construção tem permitido ultrapassar barreiras físicas, como a construção de pontes ou a abertura de túneis, como os que já existem nos Alpes, encurtado distâncias.
A este propósito ao fim de vinte anos de escavações, outro túnel foi escavado, no coração dos Alpes suíços, de nome São Gothard, com 57 km de extensão, que implicou a remoção de 24 milhões cúbicos de rocha.
Esta nova ligação que permitirá ligar, por transporte ferroviário, Zurique e Milão, torna-se a maior do mundo, ultrapassando, em mais três quilómetros, o túnel de Seikán, no Japão, e em mais sete o do Canal da Mancha.
Esta obra, que, só em 2017, permitirá o funcionamento ferroviário, irá ter um fluxo inicial de 300 comboios por dia. A viagem entre Zurique e Milão irá demorar apenas duas horas e quarenta minutos, a uma velocidade de deslocação de 250 Km/h.
Esta é mais uma obra que permite a modernização das redes e meios de transporte, cada vez mais responsáveis pelo desenvolvimento de economias.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

China um país rico em "Terras Raras"

As designadas "Terras Raras", que fazem parte da lista de 14 metais críticos, cuja escassez pode ter impacto geoestratégico, são uma das maiores riquezas da China.
As "Terras Raras"estão entre os materiais mais procurados pela indústria moderna, devido às suas propriedades magnéticas e fosforescentes, ingredientes fundamentais para dispositivos e componentes, que vão dos discos rígidos aos lasers.
As "Terras Raras" são abundantes na natureza, mas implicam difíceis, onerosos e demorados processos de extracção. Para além disso, a sua extracção é muito poluente, originando as inevitáveis consequências ambientais.
A China, enquanto maior produtor mundial, apesar de possuir apenas 35% das reservas mundiais, fornece mais de 95% da procura mundial (apesar de 60%, constituírem consumo interno), procura, invocando preocupações ambientais, restringir as exportações, no sentido de estimular as empresas estrangeiras a transferir as suas fábricas para o seu país.
Será uma boa estratégia?
Texto adaptado do Jornal "O Expresso" de 9 de Outubro de 2010

China - A nova maior potência económica do mundo em emergência?

A China, segundo muitos economistas de renome internacional, é tida como a provável nova potência mundial, quebrando o domínio dos países ricos ocidentais e sobretudo os EUA, que cada vez mais mostram sinais de desiquilíbrios económicos e de instabilidade política.
A China irá merecer, neste blogue, um estudo de caso.
Procurarei caracterizar a sua economia, os seus avanços na qualidade de vida da população (matéria sobre a qual ainda existe muito por fazer, inclusive no respeito pela Carta Universal dos Direitos do Homem), as suas riquezas naturais, o seu comércio externo, a sua evolução demográfica, entre outros assuntos.
Será assim um trabalho de continuidade, com o lançamento regular de informação sobre este país, localizado na Ásia Oriental, com uma extensa área de 9.562.036 Km2 e com uma população próxima de um bilião e trezentos mil habitantes.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

A maior venda de armas de sempre

O maior valor de venda de armas, até hoje registado, foi de 46600 milhões de euros, com o fornecimento, por parte dos EUA, de 84 caças F-15, 178 helicópteros e outro material bélico à Arábia Saudita, para conter a "ameaça" iraniana.

Em factos...

A partir de 50 mg de nitratos por litro, a água deixa de se considerar potável, se for ingerida por recém-nascidos pode provocar uma asfixia que conduz à morte.

Em factos...

A perda de 10% de água no organismo do Homem traz graves perturbações; entre 20 a 30% causa-lhe a morte.

Frases sábias...

Segundo o testemunho do Grande Chefe Índio, "O Homem é o único animal que cospe na água em que bebe".

Em números...

Actualmente, uma em cada cinco crianças, com menos de 5 anos morre devido a diarreia, na maioria das vezes provocada pela ingestão de água imprópria para consumo.

Em números...

Actualmente, 4 mil crianças morrem todos os dias devido a doenças provocadas por falta de água e saneamento (mais que a Sida, a Malária e o Sarampo juntos).

Em números...

Actualmente, 2 600 milhões de habitantes não têm saneamento básico.

Em números...

Actualmente, 884 milhões de pessoas ainda vivem sem água potável.

domingo, 26 de setembro de 2010

A escassez de água potável no continente africano

Ocorreu, entre 20 e 22 de Setembro, em Nova Iorque a Cimeira sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, sob a responsabilidade das Nações Unidas.

Apesar dos avanços conseguidos, muitas das metas continuam por cumprir, como por exemplo no acesso à água potável e saneamento básico.

Segundo um relatório da ONG (Organização Não Governamental) britânica, WaterAid, intitulado The Biggest Child Killer, só no século XXIII é que a totalidade da população a sul do Sara deverá ver cumprido esse objectivo.

Porém, estas estimativas não podem ignorar as alterações climáticas que o planeta está a atravessar. É que para além dos meios técnicos que possam disponibilizar água potável, estarão sempre dependentes da quantidade de precipitação ocorrida.

Assim, se tivermos em conta as situações de seca prolongada que assolam muitos desses países será que esse objectivo virá a ser concretizável. Para reflexão.