Alunos




planeta09

MATRIZ 9.º ANO
1.o Teste de avaliação – 3.o período
Ano letivo 2016/17
 

Subdomínios
Descritores
. O aumento do efeito de estufa
. Enunciar atividades humanas que contribuam para o aumento do efeito de estufa;
. Reconhecer processos naturais que contribuam para o aumento do efeito de estufa;
. Conhecer os gases que contribuem para o aumento do efeito de estufa;
. Reconhecer consequências resultantes das alterações climáticas;
. Reconhecer consequências da subida do nível médio das águas do mar;
. Mencionar fatores que contribuem para o aumento do dióxido de carbono na atmosfera;
. Identificar medidas que devam ser adotadas para controlar o aumento do dióxido de carbono na atmosfera;
.  Conhecer as alterações provocadas pelo aquecimento global ao nível da temperatura média da Terra e na precipitação média nas várias regiões do planeta;
. Compreender os diferentes níveis de poluição atmosférica entre as áreas urbanas e as áreas rurais;
 
. A diminuição da espessura da camada de ozono
. Conhecer as consequências diretas da diminuição da espessura da camada de ozono;
 



 
. Chuvas ácidas
. Identificar medidas que contribuam para a redução das chuvas ácidas;
.Desigualdades na distribuição e acesso a água doce
. Conhecer a distribuição da água à superfície do planeta;
. Enunciar os fatores que contribuem para a poluição das águas dos rios e dos lagos.
 
. Degradação das águas continentais e marinhas
. Principais fatores que contribuem para a poluição das águas dos rios e dos lagos.
 
. Degradação do solo e desertificação
. Reconhecer diferentes tipos de degradação dos solos;
. Causas e efeitos da degradação dos solos;
. Identificar as estratégias que poderão ser desenvolvidas para proteger o solo.
. A importância das florestas
. Compreender o conceito de desflorestação;
. Valorizar a importância das florestas;
. Identificar causas e consequências da desflorestação.

Bom estudo, amigos!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

MATRIZ 7.º ANO
2.o Teste de avaliação – 2.o período
Ano letivo 2016/17

Domínio
Subdomínio
Objetivos
A Terra: estudos e representações -
A localização dos diferentes elementos da superfície terrestre
Europa física
.Localizar no mapa os principais elementos físicos europeus;
. Conhecer as fronteiras naturais da Europa.
Europa política
. Localizar no mapa os países europeus;
. Conhecer as capitais dos países europeus.
União Europeia
. Identificar os países que integram a União Europeia;
. Conhecer os principais objetivos da União Europeia.
O território português
. Localizar no mapa as ilhas que constituem os arquipélagos dos Açores e da Madeira;
. Localizar no mapa os distritos de Portugal.

MATRIZ 9.º ANO
2.o Teste de avaliação – 2.o período
Ano letivo 2016/17

Domínio
Subdomínio
Objetivos
Riscos, ambiente e sociedade
A atmosfera: papel, composição e estrutura vertical
. Definir atmosfera;
. Identificar caraterísticas das diferentes camadas da atmosfera;
. Conhecer as funções essênciais da atmosfera para a vida na Terra.

Ação da atmosfera sobre a radiação solar
. Definir efeito de estufa;
. Compreender a noção de balanço térmico;
. Conhecer os gases com efeito de estufa (GEE);
. Identificar medidas para diminuir a emissão de gases com efeito de estufa (GEE);
. Conhecer o conceito de albedo.
O aumento do efeito de estufa
. Reconhecer as consequências do aumento do efeito de estufa.
Consequências do aumento do efeito de estufa
. Conhecer as principais fontes emissoras de GEE.


Camada protetora
. Compreender a importância da camada de ozono;
. Compreender o conceito de “buraco” do ozono;
. Conhecer as consequências do “buraco” de ozono.

Smog  - um problema de poluição urbana
. Definir smog;
. Compreender o fenómeno de “ilha de calor”.

Chuvas ácidas
. Definir chuvas ácidas;
. Conhecer os gases que estão na origem da formação de chuvas ácidas;
. Reconhecer consequências das chuvas ácidas.



REGULAMENTO DE ENTREGA E APRESENTAÇÃO DO TRABALHO DE GRUPO


PRAZO DE ENTREGA:

.Dia e hora: 17/02/17 ATÉ ÀS 23h.59m.59s
Não serão aceites trabalhos entregues após a data e horas definidas.

MODALIDADE DE ENTREGA:



MATERIAIS A ENTREGAR:

. PowerPoint (ou apresentação similar) com um máximo de 25 diapositivos. O PowerPoint deve respeitar as indicações dadas quanto à sua organização. (capa, índice, introdução, bibliografia, citação de fontes no corpo do texto e nas imagens...);

. Material pedagógico a explorar com os colegas em aula (atividade);

. Desenvolvimento do trabalho em Microsoft Word (opcional).

. Aos trabalhos entregues não poderá ser acrescentada mais informação para a apresentação oral.


REGRAS PARA A APRESENTAÇÃO:


. Data de início das apresentações:  20/02/17

As apresentações, no geral, iniciar-se-ão pela ordem dos grupos e dos temas.

Porém, cada grupo deverá estar preparado para apresentar o seu trabalho em qualquer aula a partir desta data (poderão ser alteradas apresentações), assim que chamados pelo professor.

Assim, cada grupo deverá possuir o trabalho guardado numa Pen (ou em mais...) e em sistema informático (mail de cada um dos elementos do grupo). Nunca o trabalho deverá estar guardado apenas numa das duas modalidades.

A falta de um elemento do grupo não será justificação para a não apresentação do trabalho. Todos os elementos devem conhecer e dominar o trabalho no seu todo, pelo que a apresentação deverá ser efetuada.

Todos os elementos do grupo deverão ter um papel ativo na apresentação oral do trabalho.




MATRIZ 7.º ANO
1.o Teste de avaliação – 2.o período
Ano letivo 2016/17



Estrutura
Objetivos gerais
Objetivos específicos
GRUPO I


. As escalas



. Definir escala de um mapa;
. Identificar os dois tipos de escala existente;
. Calcular distâncias reais;
. Converter escala gráfica em escala numérica;
. Calcular a escala de um mapa;
GRUPO II


. Localização relativa de um lugar
. Orientação pelo sol;
. Conhecer os pontos cardeais e colaterais da rosa-dos-ventos;
. Identificar os pontos cardeais face à posição do sol;
. Aplicar a utilização dos pontos cardeais e colaterais na localização relativa dos lugares;
GRUPO III
. Localização absoluta de um lugar;
. Localizar num mapa as linhas imaginárias;
. Localizar lugares a partir de coordenadas geográficas;
Informações complementares:
Páginas de estudo do manual: Da pág. 38 à pg. 43; da pg. 50  à pg. 60;
Realização dos seguintes exercícios do manual: Exercícios  6 a  10 da pg. 45 ;
Exercício  da pgs.  64 e 65 do manual;
Revisão dos exercícios da ficha 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16 e 17 do caderno de atividades.
Revisão dos apontamentos do caderno diário.


Matriz de 9.º ano de escolaridade

3.o
 Teste de avaliação – 2.o período 
Ano letivo 2016-17


Estrutura
Objetivos gerais
Objetivos específicos
GRUPO I
 Compreender a importância da Ajuda Internacional ao Desenvolvimento
.Conhecer a definição de Ajuda Pública ao Desenvolvimento (APD);

. Enunciar razões pelas quais os países mais pobres do mundo são os mais beneficiados pela APD;

. Conhecer as caraterísticas da ajuda multilateral;

. Identificar outro tipo de ajudas ao desenvolvimento;

. Conhecer os principais Objetivos do Milénio;

. Reconhecer medidas promotoras do comércio justo;

. Identificar os fatores de insucesso da APD;

. Compreender o conceito de ajuda desligada.
GRUPO II
 Compreender os conceitos, causas e consequências das catástrofes naturais.








. . Conhecer o conceito, causas e consequências de tornados e furacões;

. . Identificar as diferentes etapas de formação de um tornado;

. . Conhecer o conceito de seca, vagas de frio, vagas de calor, cheias, inundações e movimentos de vertente;

. . Identificar causas, consequências e medidas de prevenção dos deslizamentos de terras;

. . Distinguir cheia de inundação;

. . Distinguir leito normal de leito de cheia;

. . Explicar as medidas de prevenção que podem evitar cheias e inundações;

. .Conhecer as consequências das temperaturas extremas.

.
GRUPO III

. Identificar informações relacionados com os seguintes vídeos visionados em sala de aula:
- Madeira: Inundações urbanas e cheias repentinas (Etiqueta de pesquisa: Cheias e inundações).
- Sandy: Um rasto de destruição (Etiqueta de pesquisa: Tempestades violentas).
- A Desertificação é um assassino silencioso (Etiqueta de pesquisa: Desertificação).
  
SITES PARA PESQUISA 
              TRABALHOS DE GRUPO 
(os sites vão sendo adicionados gradualmente, à medida que possa considerar interessantes para a vossa pesquisa)

Águas de Portugal


Sociedade Ponto Verde:



Amb3E:



European Environment Agency



European Union- climate action:



Associação Portuguesa de Educação Ambiental:


Portal do clima: 
Instituto Português do Mar e da Atmosfera:
https://www.ipma.pt/pt/
Naturlink: 
Quercus
National Geographic: 
Agência Portuguesa do Ambiente: 
Sistema nacional de informação de recursos hídricos:
http://snirh.apambiente.pt/
Portal do ambiente e do cidadão: 
World Resources Institute: 
World Wide Found:
http://www.wwf.pt/

United Nations Environment Programme: 
International Energy Agency:
http://www.iea.org/
SNIAMB:






APA (Agência Portuguesa do Ambiente):

FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations):

World Water Assessment Programme (WWAP):

World Health Organization (OMS):

Greenpeace:

ICN (Instituto de Conservação da Natureza):

Intergovernmental panel on climate change:
The state of the world’s land and water (FAO): http://www.fao.org/docrep/017/i1688e/i1688e.pdf



Living Planet Report (WWF):

Living in the environment:

Conservation International: 

EPA (United States Environmental Protection Agency):

Global Footprint Network:

INE (Instituto Nacional de Estatística):

Comunicação social (pesquisa de notícias):

Euronews: 
Agência Lusa: 


Critérios de avaliação



Itens do trabalho
Critérios (%)
Apresentação gráfica do trabalho
10
Cumprimento das normas: Capa, índice, introdução, conclusão e bibliografia
15
Rigor científico
40
Criatividade e diversidade de instrumentos apresentados
10
Aplicação de exercício pedagógico-didático à turma
15
Apresentação oral à turma
10



De uma maneira geral, um trabalho deverá ter a seguinte estrutura:




1. Capa


2. Página de Título


3. Sumário /Índice


4. Introdução
5. Desenvolvimento
6. Conclusão
7. Bibliografia
8. Anexos (quando necessário)
As referências bibliográficas
(segundo as normas APA – American Psychological Association)
 
Referência a ideias de outro (s) autor (es) no corpo do trabalho


No corpo do trabalho, o uso das ideias de outro (s) autor (es) deve ser sempre identificado, através da indicação do sobrenome do autor e do ano de publicação da obra, nesta ordem: (Silva, 2004).


Sempre que utilizadas as palavras textuais do (s) autor (es), deve constar o sobrenome do autor, o ano de publicação e o número (s) da (s) página (s) de onde as mesmas foram extraídas antecedido por dois pontos: (Silva, 2004: 45-46). A citação aparece sinalizada entre “aspas” ou em estilo itálico.


Exemplos: Autor único  

Facultativo para este trabalho: Referência para identificação de autor sem citação: (Davis, 1996).
Exemplo: Segundo a teoria de Davis (1996) o Modelo de Transição Demográfica apresenta na sua última fase um crescimento populacional nulo ou praticamente inexistente.




Obrigatório para o presente trabalho: Referência para identificação de autor com citação: (Davis, 1996:54)
Exemplo: “o Modelo de Transição demográfica, na sua última fase, apresenta baixas taxas de natalidade e mortalidade, o que implica um crescimento populacional nulo, ou até, por vezes, devido à mortalidade ser superior à natalidade, negativo”. (Davis, 1995:54)


Dois ou mais autores

- Referência para identificação dos autores sem citação: (Davis, Campos e Machado, 1996) 



- Referência para identificação dos autores com citação: (Azevedo, Campos e Machado, 1996:54)





As referências bibliográficas no final do trabalho


Estas referências devem ser feitas de acordo com uma sequência de informações:


Obrigatório para este trabalho: Informações principais:



Autor (es) – Primeiro o sobrenome seguido de vírgula e depois a inicial do primeiro nome em maiúsculas


Ano – Tem de aparecer entre parêntesis.


Título da obra – Tem de aparecer em itálico


Edição – Tem de aparecer entre parêntesis


Local de publicação – Texto normal


Editor – Texto normal


Exemplos:



a) Autor único

Almeida, J. (1990). Portugal: os próximos 20 anos – Valores e Representações sociais (Vol. VIII). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.


b) Dois autores

Almeida, J. e Ferreira, P. (1990). Portugal: os próximos 20 anos - Valores e Representações sociais (2ª ed.). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.


 

c) Mais do que dois autores



Almeida, J., Ferreira, P., e Magalhães, A. (1990). Portugal: os próximos 20 anos - Valores e Representações sociais (2ªed.). Lisboa: Fundação


Quando a fonte tem 6, ou mais autores, cita-se o apelido do primeiro seguido da expressão “et al.”


d) Instituições como autores

Instituto Português da Juventude, (1990). Portugal: os próximos 20 anos - Valores e Representações sociais (2ªed.). Lisboa: Instituto Português da Juventude.



e) Artigo de jornal

Frada, J. (1998, Setembro 19). Portugal e o desafio da globalização. Expresso, pp. 5-7.
 f) Artigo de enciclopédia com autor
Almeida, J. (1990). Portugal e o desafio da globali-zação, in Gonçalves, F. (Ed.) (1990). Enciclopédia luso-americana. (Vol 1, pp.319-327). Lisboa: Edi-ções Europa-América.
 g) Artigo da World Wide Web (www)
Saúde, S. (1997). A Articulação da Oferta com as necessidades de Formação Profissional, na óptica da Gestão dos Recursos Humanos. Beja: Escola Superior de Educação, disponível em URL: , acedido a 21 de Novembro de 2004.

h) Endereços Web (Governamentais ou de organizações)
Wisconsin Department of Natural Resources. (2001). Glacial habitat restoration areas.
 i) Endereços web (pessoais).
Duncan, D. (1998, Agosto 1). Homepage. Consultado em Julho 30, 2007 em:

j) Artigo de revista
Apelido (s), Nome (Ano). Título do artigo. Título da revista . Volume, (Número), Páginas.

Organização da capa de um trabalho
As informações devem surgir pela seguinte ordem:
 

- Informação da escola (topo da página/centrado);


- O título do trabalho (meio da página/centrado);


- Nome, turma e número dos alunos que realizaram o trabalho (alguns espaços abaixo do título/centrado);


- Disciplina a que se destina, devendo surgir como: “Trabalho apresentado no âmbito da disciplina de…(Alguns espaços abaixo das informações dos alunos/centrado);


- Ano de escolaridade (alguns espaços abaixo do nome da disciplina/centrado);


- Nome do professor da disciplina (alguns espaços abaixo do ano de escolaridade/centrado);


- Ano letivo - ex.º: 2016-2017 (fim da página/centrado)
em-construcao-imagem-animada-0023
Próxima publicação sobre os trabalhos: classificações!

----------------------------------------------------------------------

Matriz de 7.º ano de escolaridade
2.o Teste de avaliação – 1.o período
         Ano letivo 2016/17            

Estrutura
Objetivos
Grupo I
. Conhecer as vantagens da utilização do mapa;

. Conhecer as vantagens do globo;

. Identificar os diferentes tipos de projeção cartográfica;

. Associar o tipo de projeção mais adequada a diferentes representações da superfície terrestre no mapa.


Grupo II
. Distinguir diferentes tipos de mapas;

. Classificar diferentes tipos de mapas, enquanto mapas de base ou temáticos;

. Conhecer o nome de diferentes tipos de mapas;

. Conhecer os elementos que devem estar representados num mapa;

. Justificar a necessidade desse tipo de elementos;

. Distinguir os dois tipos de escalas de um mapa existentes;

. Identificar os elementos num mapa.

Grupo III
. Identificar representações mais recentes e modernas da superfície terrestre.


  Matriz de 9.º ano de escolaridade

2.o Teste de avaliação – 1.o período 
Ano letivo 2016-17

Estrutura
Objetivos gerais
Objetivos específicos
GRUPO I

Compreender as causas e consequências dos obstáculos ao desenvolvimento
.Conhecer as medidas tomadas pelos europeus na colonização do continente africano;

. Compreender a origem dos conflitos sociais e situações de guerrilha dos países africanos na actualidade;

. Compreender os obstáculos políticos ao desenvolvimento;

. Enquadrar a dívida externa no tipo de obstáculo ao desenvolvimento;

. Reconhecer fenómenos naturais enquanto obstáculos ao desenvolvimento;

. Reconhecer países mais afectados por catástrofes naturais;

. Reconhecer o obstáculo demográfico ao desenvolvimento;

. Compreender a dependência externa da economia dos países em desenvolvimento.

GRUPO II

Compreender as desigualdades no comércio mundial









. . Identificar os três maiores fluxos comerciais a nível mundial;

. . Compreender o conceito da degradação dos termos de troca;

. . Relacionar a evolução dos preços dos produtos primários com a degradação dos termos de troca;

. . Identificar os países mais afetados pela degradação dos termos de troca;

. . Identificar balanças comerciais positivas, deficitárias ou nulas;

. . Compreender a estrutura das exportações, por tipo de produto e por regiões da OMC;

. . Compreender a desigualdade no sistema de trocas comerciais entre PD e PED;

. . Conhecer a estrutura de exportações dos NPI;

. . Conhecer os benefícios e os efeitos negativos da globalização do comércio;

.. Compreender de que forma a globalização contribuiu para o crescimento de muitas economias em desenvolvimento.



Matriz de 7.º ano de escolaridade
1.o Teste de avaliação – 1.o período 
         Ano letivo 2016/17



Estrutura
Objetivos gerais
Objetivos específicos
GRUPO I


. A Geografia: evolução e definição


. O estudo das paisagens
. A Geografia: evolução e definição;
. Estudo das paisagens: paisagens naturais e humanizadas;
. Métodos de observação das paisagens: observação direta e observação indireta
. Vantagens e desvantagens da observação direta e indireta.
GRUPO II


. A cartografia


. Os diferentes tipos de representações da superfície terrestre
. O globo e o mapa;
. As vantagens e desvantagens da utilização do globo e do mapa.
Informações complementares:
Páginas de estudo do manual: Da pág. 10 à pg.15; da pg. 22 à 25;
Realização dos seguintes exercícios do manual: Exercícios 1 a 5 da pg. 16;
Exercício 2 da pg. 44 do manual;
Revisão dos exercícios da ficha 1, 2, 4 e 5 do caderno de atividades.
Revisão dos apontamentos do caderno diário.


Matriz de 9.º ano de escolaridade

1.o Teste de avaliação – 1.o período 
Ano letivo 2016-17


Estrutura
Objetivos gerais
Objetivos específicos
GRUPO I


• Compreender os conceitos de crescimento económico e de desenvolvimento humano
. Identificar o significado das siglas que identificam grupos ou associações de países;
. Localizar geograficamente esses grupos ou associações de países;
. Distinguir crescimento económico de desenvolvimento humano;
. Reconhecer indicadores de desenvolvimento humano e de crescimento económico;
. Reconhecer desigualdades mundiais em diferentes áreas, suas causas e consequências.
GRUPO II


• Compreender o grau de desenvolvimento dos países com base no índice de desenvolvimento humano (IDH) e em outros indicadores compostos
. Conhecer o significado da sigla IDH;
. Conhecer as dimensões que medem o IDH;
. Identificar níveis de desenvolvimento pela classificação;
. Compreender o significado da linha que delimita os níveis de desenvolvimento no mapamundi;
. Conhecer as principais críticas que são apontadas ao IDH;
. Reconhecer caracetrísticas do IDH, do IDHAD, do IDG e do IPM;
. Conhecer conceitos do IDHAD, do IDG e do IPM;
. Conhecer dimensões de medida de cada um dos índices anteriores;
. Compreender a evolução geral do IDH por grupos e regiões.



Matriz para a 5.ª ficha de avaliação - 8.º ano de escolaridade 

3.º Período
Ano letivo 2015-16


Conteúdos
Objetivos
Páginas
Grupos de questões
A Agricultura





















A Pesca

























A Indústria
Conhecer os fatores condicionantes da agricultura;

Conhecer as caraterísticas da agricultura moderna e de subsistência.

Compreender as caraterísticas da agricultura de plantação;

Identificar os problemas ambientais mais associados à agricultura moderna e à agricultura de subsistência;

- Reconhecer as vantagens e desvantagens da agricultura biológica;


Conhecer as caraterísticas da pecuária intensiva e extensiva;

Compreender os fatores naturais da obtenção de pescado;

Identificar num mapa duas das principais áreas de pesca no mundo;

Conhecer as caraterísticas da pesca industrial e tradicional;

- Identificar as técnicas de pesca industrial;

Compreender os problemas associados à depredação dos mares;

- Enunciar soluções para o problema da sustentabilidade das pescas;

Problematizar a aquacultura como uma solução para o problema da sobrepesca;

Identificar  regiões de industrialização mais antiga e industrialização mais recente;

- Identificar as regiões de maior produção industrial no mundo;

Relacionar o nível de industrialização com o nível de desenvolvimento das regiões;

Compreender os motivos que conduziram à deslocalização industrial e à criação de NPI (novos países industrializados).

- Compreender os fatores de localização industrial;
126



128




130



132





134






139



145



146




147 e 148



147



149




149




151


159




159



159

159





164 e 165


Grupo I















Grupo II
































Grupo III














Matriz para a 4.ª ficha de avaliação - 8.º ano de escolaridade 

2.º Período
Ano letivo 2015-16

Conteúdos
Objetivos
Grupos de questões
Taxa de urbanização















Os diferentes tipos de morfologia urbana e a organização funcional das cidades












Setores de atividade económica












Os recursos naturais
- Reconhecer o crescimento da população urbana, sobretudo nos PED;

- Mencionar os fatores que conduziram a essa situação.

- Enunciar problemas caraterísticos das cidades dos PED;

- Identificar soluções que possam atenuar os problemas das grandes cidades;




- Identificar serviços numa planta que estejam interligados a funções centrais de uma cidade;

- Conhecer as principais caraterísticas das áreas funcionais de uma cidade;

- Referir os motivos que justifiquem a localização da indústria na periferia das cidades;

- Identificar tipos de plantas;


- Refere as principais caraterísticas das diferentes plantas;

- Associar a cada exemplo de atividades económica o setor respetivo;

- Identificar  regiões de maior desenvolvimento à distribuição da população ativa por setor de atividade;


- Classificar como metálicos, não metálicos ou energéticos alguns exemplo de minerais;

- Identificar os tipos de combustíveis mais comercializados no mundo para a produção de energia;

- Mencionar razões que sustentem a tendência do crescimento dos recursos energéticos;

- Conhecer o nome das energias renováveis;

- Referir as vantagens oferecidas pelas energias renováveis.
Grupo I
















Grupo II

















Grupo III













Grupo IV




Matriz para a 3.ª ficha de avaliação - 8.º ano de escolaridade 

2.º Período
Ano letivo 2015-16

Conteúdos
Objetivos
Grupos de questões
A estrutura etária da população




Políticas Demográficas











Grandes concentrações e vazios humanos










Mobilidade da população









- Analisar pirâmides etárias;

- Relacionar a análise de pirâmides etárias com os indicadores demográficos;

- Compreender os problemas socioeconómicos associados a estruturas populacionais desequilibradas;

- Compreender qual a política demográfica a aplicar consoante a estrutura etária do país;

- Conhecer as diferentes medidas de ambas as políticas demográficas;

- Identificar a localização das grandes concentrações e grandes vazios humanos;

- Conhecer as caraterísticas dos vazios humanos;

- Conhecer os fatores que explicam cada uma das concentrações humanas;

- Conhecer os diferentes movimentos migratórios;

- Caracterizá-los no tempo e no espaço;

- Conhecer as consequências positivas e negativas das migrações para as áreas de partida e chegada;

- Identificar no mapa-mundo os principais fluxos migratórios internacionais;

- Conhecer os fatores repulsivos/atrativos que estão na origem dos movimentos migratórios.
Grupo I

















Grupo II










Grupo III

















Indicações auxiliares ao estudo:

- Deves estudar da pg. 35 à pg. 41, da pg.46 à 48, da 56 à 61, 64 e 65, 68, 69 e 72;
- Deves resolver os exercícios do manual da pág. 52, 63, 76 à 78;
- Deves rever/efetuar os exercícios das seguintes fichas do caderno de atividades: 10, 11, 13, 14, 15, 16, 17 e ficha global 2;

- Não te esqueças de estudar os apontamentos do teu caderno diário.




Organização do trabalho de grupo

Tema: Quem quer ser Geógrafo?
Objetivo Geral: Mobilizar os conhecimentos adquiridos na disciplina

Regras para a realização do trabalho de grupo:

1.       Cada grupo deve ser constituído por um mínimo de três elementos e por um máximo de quatro;

2.       A entrega do trabalho deverá ser efectuada até dia 26 de fevereiro;

3.       Cada elemento do grupo deve identificar a parte realizada no trabalho;

4.   A não entrega do trabalho de um determinado aluno, terá consequências diretas na avaliação do aluno e não do grupo;

5.     Porém, a entrega do trabalho por parte de todos os elementos valoriza o trabalho de grupo final, pelo que é importante todos elaborarem a sua parte.

Operacionalização do trabalho:

· .   Cada elemento do grupo deve elaborar seis questões geográficas, duas para cada nível de dificuldade, com 4 respostas possíveis, sendo que só uma delas está correta;
· .     A questão deve ser clara e não pode permitir múltiplas respostas;
  .   Cada questão deve ser elaborada por grau de dificuldade 1, 2 ou 3.


Critérios para os graus de dificuldade:

a)      O nível de dificuldade varia entre 1 e 3;
    b)      O nível de dificuldade mais acessível é o 1 e o nível de dificuldade mais elevado é o 3;

 c)      Os níveis de dificuldade diferenciam-se pelo tipo de questão formulada, muito específica, ou de caráter mais geral e pelo tipo de respostas de opção apresentadas, de acordo com os exemplos seguintes:


 
Exemplo para nível de dificuldade 1 (carácter geral):

Constitui uma área desértica quente

a)      O Sara.                                            c) O Gobi.
          b)      A Península Ibérica.                         d) A planície central europeia.

No grau de dificuldade 1 podem surgir duas respostas desenquadradas com a questão (Península Ibérica e planície central europeia não são desertos, logo não constituem opções).

Exemplo para nível de dificuldade 2 (carácter intermédio):

Qual a área desértica que corresponde à Austrália
                 a)      Deserto do Sara.          c) Planalto da Etiópia.
                           b) Deserto de Gobi.            d) Grande Deserto de Areia.
No grau de dificuldade 2 pode surgir apenas uma resposta desenquadrada (o planalto da Etiópia não é um deserto, logo não constitui opção)

Exemplo para nível de dificuldade 3 (carácter específico):

O deserto de Gobi localiza-se nos seguintes países:
                        a)      China e Coreia do Norte.   c) Mongólia e China.
                                  b)      China e Rússia.                 d) Coreia do Norte e Mongólia.
No grau de dificuldade 3 não podem surgir respostas desenquadradas (todos os países estão na proximidade do deserto e são respostas plausíveis).

Áreas temáticas sobre as quais podem efetuar questões:
Todos os conteúdos lecionados em Geografia, até à data de lançamento do trabalho e desde a primeira aula de 7.º ano de escolaridade.

Nota: O grupo deve articular-se, logo no início, selecionando temas, para não haver repetição de perguntas. No final, devem reunir-se para se certificarem dessa situação. Devem fazer as perguntas entre os elementos do grupo, testando o jogo que estão a criar. Dessa forma, podem detetar erros ou falhas.


Modo de execução e entrega:
Cada pergunta e opções de resposta é efetuada num cartão (cartolina) de dimensões 6x9 cm (altura x comprimento) e a resposta correta é dada no verso. O cartão pode ser manuscrito ou efetuado em Word (recorrendo à colagem do texto).

Questões de grau de dificuldade 1 - cartão amarelo;
Questões de grau de dificuldades 2 - cartão verde;
Questões de grau de dificuldades 3 - cartão azul.

Cada elemento do grupo elabora duas perguntas por cada nível de dificuldade e executa os cartões finais.
A entrega dos cartões é feita em grupo e não individualmente.
Aplicação do jogo:
No final do ano será aplicado o jogo “Quem quer ser Geógrafo” em todas as turmas de 8.º ano, sendo o regulamento definido em data oportuna.



GUIÃO DE ESTUDO PARA A EVOLUÇÃO DA ESTRUTURA ETÁRIA DA POPULAÇÃO EM PORTUGAL
11/01/2016


Este é o teu segundo guião de estudo para a análise da demografia e atividades económicas em Portugal. Este guião vai ser apenas orientado para as páginas do teu manual (42, 43, 44, 49 e 62).

As questões não farão menção a nenhuma página específica (mas as respostas estão nessas páginas), muito menos se a resposta está no texto ou se aparece numa figura. Terás, assim, de encontrar a resposta através da leitura e pesquisa.

Neste guião, existirão, no final, duas questões abertas, que te vão solicitar capacidade de síntese, de construção de texto e de ideias.

Não te esqueças, o compromisso é incrementar o grau de dificuldade. Mas acredita que vais ser capaz!


Questões:

1- Até que faixa etária Portugal perdeu população, entre 2001 e 2011?

2 - Qual o valor da percentagem, em 2011, do escalão etário dos 30 aos 69 anos?

3 - Qual foi o aumento, desse escalão etário, de 2001 até 2011?

4 - Qual o aumento percentual da população com mais de 70 anos entre 2001 e 2011?

5 - Em que regiões do país o crescimento efetivo é mais elevado?

6 - Em que regiões se verificam os menores índices de envelhecimento em Portugal?

7 - Segundo o cenário demográfico mais plausível para Portugal, e em comparação com o ano de 2010, refere:

 a) a percentagem de aumento da grupo etário dos idosos;
 b) se existe uma perspetiva, ou não, de aumento da população e com que valores;
 c) percentagem de aumento da taxa bruta de natalidade;
 d) o aumento da esperança média de vida, para os homens e para as mulheres;
 e) o valor de crescimento do índice de fecundidade;
 f) o aumento do número de idosos por cada 100 pessoas em idade ativa.

8 - Qual o valor previsto da população com 65 anos, ou mais, no ano de 2020 em Portugal?

9 - Que nome Maria José Carrilho deu ao envelhecimento em Portugal?

10 - Que política demográfica é implementada em Portugal?

11- Enumera três medidas dessa política, que consideres relevante, aplicadas em Portugal.

12 - Qual era a idade média da mãe ao nascimento do primeiro filho em 2012?

13 - Quais as duas principais caraterísticas da distribuição da população em Portugal?

14 - Quais os fatores humanos que justificam essa distribuição?

15 - E os físicos?

16 - Como consideras a evolução da população portuguesa nos últimos anos, nos diversos indicadores demográficos estudados? 

17 - Justifica a tua resposta anterior.


Bom trabalho!
------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Matriz para a 2.ª ficha de avaliação - 8.º ano de escolaridade 

1.º Período
Ano letivo 2015-16

Conteúdos
Objetivos
Grupos de questões



Tipos de desenvolvimento


 Calcular os principais indicadores demográficos








Compreender a evolução demográfica mundial





















- Distinguir conceitos de países desenvolvidos, países em desenvolvimento, países emergentes e países menos avançados;

- Efetuar cálculo de crescimento natural, taxa de natalidade, taxa de mortalidade, taxa de crescimento natural e taxa de mortalidade infantil;

- Compreender em que situações a taxa de crescimento natural pode ser positiva, nula ou negativa;

- Analisar evolução da população mundial por PD e PED;

- Compreender o modelo de transição demográfica, explicando como se processa a evolução da população em cada uma das fases, em função da evolução da natalidade, da mortalidade e do crescimento natural;

- Conhecer os fatores que explicam o diferente comportamento da taxa de natalidade nos PD e nos PED;

- Conhecer o conceito de Índice Sintético de Fecundidade;

- Compreender os elevados valores de taxa de mortalidade nos PD (em termos globais) e os fatores que conduzem a taxas de mortalidade muito elevada nos países menos avançados do mundo;

- Conhecer os fatores que justificam os diferentes valores de taxa de mortalidade infantil entre PD e PED;

- Compreender por que razão o crescimento natural é mais elevado nos PED;

- Compreender os motivos que justificam diferentes valores de Esperança Média de Vida entre PD e PED;
Grupo I





Grupo II  









Grupo III






Grupo IV












Grupo V



Grupo VI





Indicações auxiliares ao estudo:

- Deves estudar da pg. 13 à pg. 32;
- Deves resolver os exercícios do manual da pág. 16 e 32;
- Deves rever/efetuar os exercícios das seguintes fichas do caderno de atividades: da 1 à 7;
- Não te esqueças de estudar os apontamentos do teu caderno diário,
- Podes rever os seguintes vídeos:
. Angola tem segunda maior taxa do mundo de mortalidade infantil (etiqueta: mortalidade infantil);
. Planeamento familiar no Uganda (etiqueta: crescimento populacional);

Nota: Não te esqueças de trazer calculadora!

Bom trabalho!


GUIÃO DE ESTUDO PARA OS INDICADORES DEMOGRÁFICOS EM PORTUGAL

Este é o teu primeiro guião de estudo para a análise da demografia e atividades económicas em Portugal. Para desenvolveres este assunto vais ter outros guiões ao longo do ano. Nota: Os primeiros vão ser muito orientados e direcionados para questões concretas. Mas, ao longo do ano ser-te-ão disponibilizados guiões progressivamente mais generalistas, ou seja, irão dar-te, apenas, pistas do trabalho a desenvolver. Deverás resolver as propostas de trabalho sempre num espaço à parte no teu caderno (deixa cerca de 10/15 folhas do final do caderno), ou cria um separador próprio no teu dossier, para que fiques com a informação sobre Portugal devidamente organizada.

Agora vamos ao primeiro, que será o mais fácil... e que te propõe uma tarefa simples: a resposta a cada uma das questões abaixo discriminadas. Para responderes às questões terás de ler atentamente as páginas 33 e 34 do teu manual, bem como analisar mapas e gráficos. Deverás copiar as questões para o caderno. A correção será feita oralmente em sala de aula.



Questões:

1- Qual o valor da taxa de natalidade em 1900 (texto)?

2 - Qual o valor da taxa de natalidade entre 2001 e 2011 (texto)?

3 - Quais os três distritos de Portugal Continental que possuem valores de taxa de natalidade mais elevada (fig. 38)?

4 - Entre que valores (classe) de natalidade se encontram os arquipélagos dos Açores e da Madeira (fig.38)?

5 - São os mais elevados do país (fig.38)?

6 - Menciona o valor da taxa de fecundidade no ano de 1960 e e 2020 (fig.39).

7 - Refere três razões explicativas para a diminuição dos valores da taxa de natalidade e fecundidade em Portugal (matéria dada em aulas anteriores).

8 - Qual o valor da taxa de mortalidade na atualidade?

9- Calcula o valor da taxa de crescimento natural (ver fórmula na pág. 13).

10 - Refere o nome dos três distritos com maior taxa de mortalidade (fig. 34).

11 - Alguns países com menor desenvolvimento, localizados no continente africano, asiático ou américa do sul possuem uma taxa inferior (matéria dada em aulas anteriores). Porquê?

12 - Comenta o gráfico da evolução da taxa de mortalidade infantil (fig. 40).

13 - Menciona três fatores que expliquem essa evolução (matéria dada em aulas anteriores).

14 - Comenta o gráfico da evolução da esperança média de vida (fig. 42).

Bom trabalho!






planeta011Matriz para a 1.ª ficha de avaliação - 8.º ano de escolaridade 
- 1.º Período
Ano letivo 2015-16

Conteúdos
Objetivos
Grupos de questões
Fatores do clima



Tipos de clima
































- Conhecer a influência dos fatores do clima na variação da temperatura e da precipitação;

- Analisar gráficos termopluviométricos identificando: . valores de temperatura;
. o valor da amplitude térmica anual;
. meses de maior ou menor precipitação;

- Identificar um determinado clima a partir da análise de um gráfico termopluviométrico;

- Descrever as caraterísticas de um determinado clima a partir de um gráfico termopluviométrico;

- Caraterizar a amplitude térmica anual de um dado gráfico termopluviométrico;

- Identificar meses secos e meses húmidos num gráfico termopluviométrico;

- Reconhecer os três diferentes tipos de vales;

- Conhecer os diferentes cursos de um rio, o relevo associado e as ações erosivas ou de acumulação que aí ocorrem;

- Conhecer o conceito de rede e bacia hidrográfica;

- Identificar, numa bacia hidrográfica, o rio principal, o afluente e o subafluente;

- Conhecer as diferentes fases de erosão de uma arriba até à formação de uma plataforma de abrasão;

- Identificar os dois tipos de costa;
- Identificar formas de relevo litoral;

- Explicar, sucintamente, a sua formação.
Grupo I



Grupo II e III



















Grupo III














Grupo IV


Grupo V


Indicações auxiliares ao estudo:

·                     Deves estudar da pg. 120 à pg. 131 e da pág. 154 à pág. 166.
·                     Deves rever/efetuar os exercícios das seguintes fichas do caderno de atividades: da 43 à 57.


Não te esqueças de estudar os apontamentos do teu caderno diário.

Bom trabalho!