quarta-feira, 11 de março de 2009

PROMESSAS DE QUIOTO ADIADAS

No protocolo de Quioto ficaram definidas as metas de redução das emisões de CO2. O problema é que essas metas estão longe de se cumprirem!
Segundo as Nações Unidas a nossa vizinha Espanha apresenta uma diferença face às metas definidas na ordem dos 34,5%, aparecendo como o país mais incumpridor. Com valores acima dos 20% encontram-se o Luxemburgo, a Áustria, o Canadá, a Nova Zelândia e a Dinamarca.
Da lista dos dezassete países mais incumpridores a nível mundial (com acordo assinado em Quioto) 14 são europeus.
Entre estes, Portugal, apresenta uma diferença face às metas cumpridas de 10,6%.
É caso para perguntar, se com estes incumprimentos, os objectivos da redução de CO2 poderão ser um dia uma realidade. Não cumprindo, o aquecimento global do planeta continuará a ser uma realidade, originando o contínuo degelo dos glaciares, a consequente subída do nível médio das águas do mar, as alterações climáticas que se vão manifestando em catástrofes naturais sucessivas e incontroláveis.
Que futuro?

Sem comentários:

Enviar um comentário