quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Os furacões mais mortíferos na América nas últimas décadas Sandy, Katrina, Ingrid, Hanna... veja lista de furacões poderosos. Em 2004, tempestade Jeanne deixou 3.000 mortos no Haiti.

O poderoso furacão Matthew, que avançou em direção ao estado americano da Flórida depois de ter causado a morte de mais de 100 pessoas no Haiti, é a mais recente tempestade violenta a atingir o continente americano.

Alguns antecedentes na região nas últimas duas décadas:
2013, México: Manuel e Ingrid

Menino caminha em bairro onde pessoas morreram no desabamento de uma casa após  (Foto: Jacobo Garcia/Reuters)
Menino caminha em bairro onde pessoas morreram no desabamento de uma casa após furacão Ingrid (Foto: Jacobo Garcia/Reuters)
Em meados de setembro, as tempestades Manuel, na costa do Pacífico, e Ingrid, na costa atlântica do Golfo do México, causaram chuvas torrenciais que afetaram 22 dos 32 estados mexicanos. Pelo menos 157 pessoas morreram e 1,7 milhões perderam suas casas.

2012, Estados Unidos: Sandy

30 de outubro - Fotografia mostra estrada na Carolina do Norte danificada após a passagem da supertempestade Sandy em Rodanthe. (Foto: Steve Earley/The Virginian-Pilot/AP)Estrada na Carolina do Norte danificada após a passagem da supertempestade Sandy em Rodanthe. (Foto: Steve Earley/The Virginian-Pilot/AP)



Em 29 de outubro, o furacão Sandy atingiu o estado de Nova Jérsei antes de atravessar a cidade de Nova York, com ventos com força de furacão numa região densamente povoada. Deixou cerca de 200 mortos, incluindo 40 em Nova York, provocou inundações maciças e danificou as infraestruturas da cidade. Antes de atingir os Estados Unidos, tinha afetado a região do Caribe, causando 54 mortes no Haiti e 11 em Cuba.

2008, Haiti: Hanna

Em 3 de setembro, o furacão Hanna atingiu o Haiti, deixando pelo menos 500 mortos. A passagem sucessiva das tempestades Fay, Gustav, Hanna e Ike deixou um total de 1.100 mortos e desaparecidos no período de um mês.



2005, Estados Unidos: Katrina

Em 2005, o furacão Katrina destruiu Nova Orleans e mostrou a vulnerabilidade dos Estados Unidos (Foto: AFP/arquivo)
Em 2005, o furacão Katrina destruiu Nova Orleans e mostrou a vulnerabilidade dos Estados Unidos (Foto: AFP/arquivo)

Mais de 1.800 pessoas morreram ao longo da Costa do Golfo dos Estados Unidos entre 29 e 30 de agosto, quando o furacão Katrina chegou a terra. Um milhão de pessoas foram evacuadas, e os custos financeiros da tragédia ultrapassaram 150 biliões de dólares.

2004, Haiti: Jeanne

As inundações causadas pelo furacão Jeanne entre 17 e 19 de setembro deixaram mais de 3.000 mortos e 300.000 pessoas sem casa.

1998, América Central: Mitch

Entre 26 de outubro e 5 de novembro, o furacão Mitch deixou mais de 9.000 mortos e desaparecidos e 2,5 milhões de pessoas ficaram sem as suas casas, a maioria nas Honduras e na Nicarágua, dois dos países mais pobres da América Latina. O fenómeno foi acompanhado, ainda, pela erupção de um vulcão no noroeste de Manágua.

Da France Presse

Sem comentários:

Enviar um comentário